26/09/2015

41 famílias do Jd. Ypê receberam título de concessão para moradia neste sábado
Os moradores que receberam o Termo de Concessão ​são ​os que conseguiram comprovar residência no local por cinco anos de maneira ininterrupta ou a posse do imóvel antes de 2001

Divulgação

A partir de agora, moradores devem registrar o documento no cartório de registro de imóveis

 

​"Segurança e dignidade às famílias". Com essas palavras o prefeito de Mauá Donisete Braga resumiu a importância da entrega oficial dos Termos de Concessão de Uso Especial para Moradia (CUEM) realizada neste sábado (26) no Auditório da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá).  O evento contou também com a presença do secretário de habitação Luiz Alfredo Simão.​

Ao todo, 41 famílias do Jardim Ipê foram beneficiadas​ com o documento que é equivalente a ​uma ​escritura, que não pode ser concedida em virtude da ocupação ter ocorrido em área pública. "Queremos regularizar a cidade porque sabemos o quanto cada um de vocês batalhou para construir suas casas. Agora vocês possuem um documento válido que garante a posse do imóvel e garante dignidade e segurança para que as famílias possam viver com mais qualidade de vida", disse o prefeito Donisete Braga. 

​Os moradores que receberam o Termo de Concessão ​são ​os que conseguiram comprovar residência no local por cinco anos de maneira ininterrupta ou a posse do imóvel antes de 2001. ​O benefício ​foi concedido aos donos de imóveis localizados na Estrada Adutora do Rio Claro, Alameda dos Coqueiros e Alameda dos Pinheiros. ​A partir de agora, eles deverão registrar o  documento no cartório de registro de imóveis.​ 

​Dona Maria Aparecida Balbina de Souza não quer perder tempo e irá procurar o cartório já na segunda-feira. "Estamos muito felizes com essa conquista. Moro no local há 22 anos e é muito bom saber que a casa é realmente minha agora", declarou.​ 

Como a permissão tem caráter social, é dada somente a quem não seja proprietário ou concessionário de qualquer outro imóvel, urbano ou rural. O prazo de concessão é indeterminado e poderá ser transferido por ato "inter vivos", ou seja, por venda mediante anuência prévia e expressa da Prefeitura e "causa mortis" (herança).  

Esse processo de regularização é semelhante ao ocorrido no Jardim Itapark em agosto de 2014, quando os proprietários de 21 lotes da rua Oscar Sudatti também receberam o documento equivalente a escritura.  

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
26/09/2015 15:20


Outras Notícias

26/05/2017

Mauá celebra Semana do Meio Ambiente com programação especial

Cãominhada, trilhas, plantio de mudas e palestras integram as atividades

17/05/2017

Prefeitura reinaugura o Terminal Central

Local agora conta com Café do Trabalhador, Enfermaria, Fraldário e Sala Digital

16/05/2017

1ª Caminhada da Adoção de Mauá é neste domingo

Evento visa chamar a atenção da sociedade sobre o tema

16/05/2017

Mauá celebra Dia do Combate à homofobia com ações na cidade

Conselho Municipal de Direitos Humanos terá bate-papo com comunidade homossexual para discutir conscientização

16/05/2017

Festa Junina de Mauá terá Belo, Matheus & Kauan, As Coleguinhas e muito mais

Evento acontece entre 10 de junho e 2 de julho, no Paço

11/05/2017

Mauá retoma obras de urbanização do Cerqueira Leite

Prefeitura libera verba com governo federal e investe em infraestrutura do bairro

09/05/2017

Fique em Dia com a Prefeitura

Programa dá descontos de até 100% em juros e multas sobre suas dívidas municipais

09/05/2017

Mauá oferece oficinas culinárias especiais no mês das mães

Cursos gratuitos acontecem no Zaíra e trazem diferentes opções para agradar todos os moradores

03/05/2017

Mauá retoma obras de calçadão central

será totalmente remodelado com novas guias, pavimentação e galeria de águas pluviais

03/05/2017

Feiras gastronômicas animam as noites de Mauá

De terça a sábado, encontros rodam cidade e oferecem diferentes opções de cozinha para quem quer variar