08/06/2015

Câmara de Mauá recebe carrinho de alimentação saudável de Economia Solidária
Empreendimento leva doces e salgados de qualidade a servidores públicos

Evandro Oliveira/ PM

O carrinho vai circular duas vezes ao dia nas dependências da Câmara, às 8h e às 14h

 

 

A Coordenadoria Municipal de Economia Solidária de Mauá, ligada à Secretaria de Trabalho e Renda, iniciou, nesta segunda-feira (8), na Câmara Municipal dos Vereadores as atividades do projeto Carrinho Solidário, que visa comercializar alimentos saudáveis nas dependências do legislativo municipal. 

O projeto, que conta com parceria do Consulado da Mulher e assessoria da Incubadora Pública Itinerante, faz parte da Rede de Alimentação Saudável de Mauá e consiste em comercializar os itens produzidos na Cozinha Solidária, localizada no Centro de Formação Qualifica Mauá. “Cada um de nós produz um item que integra o carrinho para comercialização, nos reunimos semanalmente para degustar e produzir novos produtos a partir de pesquisas de alimentos saudáveis”, explicou Carla Andreia Rodrigues Dias, integrante do empreendimento econômico solidário. 

Segundo ela, os integrantes do empreendimento receberam formação da Vigilância Sanitária para aprender boas práticas na manipulação de alimentos. “A maioria dos integrantes já concluíram o curso de boas práticas na manipulação de alimentos e agora estão todos capacitados para oferecer produtos de excelente qualidade”, afirmou. 

Para o secretário de Trabalho e Renda, Marcelo Lucas Pereira, o projeto fornece uma opção segura e saudável de alimentação aos servidores e lembra que o projeto já ocorre no Paço Municipal. “Hoje iniciamos na Câmara um projeto que já está em pleno funcionamento no Paço Municipal e que leva alimentação saudável aos servidores públicos, inclusive aos diabéticos”, afirmou. “São doces, salgados, bebidas, lanches e bolos produzidos e manuseados com total controle e segurança”, explicou. 

O carrinho vai circular duas vezes ao dia nas dependências da Câmara, às 8h e às 14h, para comercializar: esfiha, empada, bauruzinho, pão de queijo, pão de batata, pastel assado, torta, cuscuz, kibe, lanches naturais, brigadeiro, pudim, trufa, mousse, gelatina, mantecal, barra de cereal, goiabinha, sucos, água de côco, entre outros. 

Aprovado - Para o chefe de gabinete Sergio Carlos Rodrigues da Silva, o projeto é um incentivo à geração de trabalho e renda. “Acho importante o apoio que essas pessoas estão recebendo. Fazem um curso e por meio do curso entram no negócio, é um projeto excelente que também vai ajudar o pessoal daqui, porque a tarde bate uma fominha, mas, brincadeiras a parte, acho importante a iniciativa”, valorizou. 

Segundo Marcia Regina Marques Ribeiro, assessora parlamentar, reconhece que, diante dos afazeres cotidianos, a alimentação fica em segundo plano. “Na correria do dia a dia, a gente se alimenta mal; agora, com o carrinho passando nos horários específicos, a gente já se programa”, pontuou. “Costumo comer bolacha, bolo e agora fica mais prático, mais fácil para se alimentar”, comemorou. 

A assessora parlamentar Graciete Josefa da Silva Mozzer destaca o conforto de ter uma opção de alimentação no local de trabalho. “Em alguns momentos, no decorrer do dia, precisa mesmo de um lanchinho para repor as energias, a vida do assessor é muito corrida e nem sempre dá tempo de sair pra comprar; com o carrinho aqui, passando na porta, é bom para gente”, pontuou. 

Serviço - A Incubadora Pública Itinerante é um veículo equipado que percorre os bairros da cidade para prestar assessoria, formação e oferece apoio à gestão econômica, financeira, administrativa, contábil, jurídica, social e ambiental para Empreendimentos Econômicos Solidários (EES). O projeto é baseado em quatro eixos: sensibilização, incubação, comercialização e banco comunitário de desenvolvimento. 

Economia Solidária é um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver. Tornou-se, nos últimos anos, uma inovadora alternativa de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão social. 

Compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes de troca, empresas autogestionárias, redes de cooperação, entre outras, que realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços, finanças solidárias, trocas, comércio justo e consumo solidário. 

A Coordenadoria de Economia Solidária está localizada dentro do Centro Público de Trabalho e Renda à Rua Manoel Pedro Júnior, 45, próximo à Praça da Bíblia. O atendimento funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h. O telefone para contato é 4514-6141.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
08/06/2015 16:22


Outras Notícias

19/06/2019

CPTR oferece 44 vagas de emprego

O serviço do CPTR Móvel terá apoio da van do Sebrae na sexta-feira (28)

19/06/2019

Usuários do CAPS participarão das Oficinas Culturais como modo de tratamento

As aulas serão realizadas ao ar livre, no Parque da Juventude, com a presença de técnicos da saúde

19/06/2019

Mauá faz operação contra transporte clandestino

Sete carros foram apreendidos durante o comando realizado na Vila Magini

18/06/2019

Confira o que abre e fecha em Mauá no período de Corpus Christi

Programe-se para aproveitar os parques abertos durante todo o feriado prolongado

18/06/2019

Combate ao mau trato animal é função da Causa Animal

Mau trato é caracterizado por lei como crime ambiental

13/06/2019

GCM de Mauá lacra estabelecimentos denunciados por perturbação pública

Operação foi realizada em três bairros da cidade na noite desta quarta-feira (12)

12/06/2019

Secretaria de Serviços Urbanos de Mauá realiza 270 manutenções em maio

Levantamento mensal apresenta impulso de consertos e melhorias na cidade

12/06/2019

Prefeitura de Mauá reforma escolas municipais

Ampliações das unidades escolares vão gerar 300 vagas

11/06/2019

Mauá fecha o cerco contra transporte escolar clandestino

Operação realizada nesta segunda-feira (10/6) apreendeu veículos irregulares

11/06/2019

Prefeitura de Mauá tapa mais de 5.700 buracos

Operação da Secretaria de Trânsito atendeu 35 bairros de todas as regiões