15/04/2015

Prefeitura inicia obra de drenagem na região central
Região da Avenida Antonia Rosa Fioravanti também será beneficiada. Intervenção vai mais do que dobrar a capacidade de vazão da água durante o período de chuvas

Evandro Oliveira/ PM

Intervenção irá mais que dobrar capacidade de vazão da água das chuvas numa extensão de 250 metros

 

As obras para melhoria da drenagem na região central foram iniciadas nesta semana. O local compreende o entroncamento do córrego Taboão com o rio Tamanduateí. A intervenção deve estar concluída em 18 meses e vai mais do que dobrar a capacidade de vazão da água das chuvas numa extensão de 250 metros, atendendo assim as avenidas João Ramalho e Antonia Rosa Fioravanti.

O valor da obra é de aproximadamente R$ 2,6 milhões e os recursos provenientes de compensação financeira paga pelo Desenvolvimento Rodoviário S/A (DERSA) como compensação pelos impactos da construção do Trecho Sul do Rodoanel. "A obra vai ajudar de duas formas. Uma delas, com o aumento da vazão, é suportar um volume maior de quantidade de chuvas, diminuindo a possibilidade de ocorrência de alagamento e a outra é, em caso de inundação, aumentar a velocidade de escoamento acelerando a diminuição do nível da água," explica o secretário de Obras Luiz Carlos Theophilo.

Outro fator vai contribuir para que a região seja menos impactada durante o período de chuvas. Após inúmeras solicitações da Prefeitura, o piscinão localizado no Paço Municipal está sendo limpo pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), subordinado ao Governo Estadual. Do local já foram retirados mais de 850 caminhões de resíduos, segundo informações da Secretaria de Serviços Urbanos.

De acordo com o DAEE, o contrato para execução do serviço foi assinado em dezembro de 2014 e tem o valor de R$ 45,4 milhões que inclui limpeza, manutenção e operação dos piscinões. A última vez que os quatro equipamentos de combate a inundações da cidade foram limpos foi entre outubro e novembro de 2011, sendo que três deles (Paço, Corumbé/Zaíra e Sonia Maria) foram 100% limpos e o Capuava foi 50% limpo.

Atualmente, três piscinões passam por limpeza na cidade: Capuava (capacidade para 800 mil metros cúbicos), Paço Municipal (136 mil metros cúbicos) e Jardim Sônia Maria (120 mil metros cúbicos). O reservatório do Zaíra, com capacidade para 105 mil metros cúbicos, já foi limpo este ano.

https://www.flickr.com/photos/prefeituramaua/sets/72157651973792821/

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
19/04/2015 12:12


Outras Notícias

19/06/2019

CPTR oferece 44 vagas de emprego

O serviço do CPTR Móvel terá apoio da van do Sebrae na sexta-feira (28)

19/06/2019

Usuários do CAPS participarão das Oficinas Culturais como modo de tratamento

As aulas serão realizadas ao ar livre, no Parque da Juventude, com a presença de técnicos da saúde

19/06/2019

Mauá faz operação contra transporte clandestino

Sete carros foram apreendidos durante o comando realizado na Vila Magini

18/06/2019

Confira o que abre e fecha em Mauá no período de Corpus Christi

Programe-se para aproveitar os parques abertos durante todo o feriado prolongado

18/06/2019

Combate ao mau trato animal é função da Causa Animal

Mau trato é caracterizado por lei como crime ambiental

13/06/2019

GCM de Mauá lacra estabelecimentos denunciados por perturbação pública

Operação foi realizada em três bairros da cidade na noite desta quarta-feira (12)

12/06/2019

Secretaria de Serviços Urbanos de Mauá realiza 270 manutenções em maio

Levantamento mensal apresenta impulso de consertos e melhorias na cidade

12/06/2019

Prefeitura de Mauá reforma escolas municipais

Ampliações das unidades escolares vão gerar 300 vagas

11/06/2019

Mauá fecha o cerco contra transporte escolar clandestino

Operação realizada nesta segunda-feira (10/6) apreendeu veículos irregulares

11/06/2019

Prefeitura de Mauá tapa mais de 5.700 buracos

Operação da Secretaria de Trânsito atendeu 35 bairros de todas as regiões