07/04/2014

Greve dos coletores de lixo termina graças à negociação dos governos da região
As prefeituras de Mauá, Santo André e São Bernardo se empenharam para conseguir um acordo; previsão é normalizar a coleta nos próximos dias

Gil Sobrinho

Donisete Braga, Carlos Grana, Tarcísio Secoli e Ney Vaz, da Semasa, falam em Santo André

Após uma semana, terminou na tarde desta segunda-feira, 7, a greve dos trabalhadores das empresas de limpeza pública do Grande ABC. O acordo que possibilitou o fim da paralisação foi fechado com a intermediação dos prefeitos de Mauá, Donisete Braga, Santo André, Carlos Grana, e do secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo do Campo, Tarcísio Secoli, representando o prefeito Luiz Marinho. Os gestores das três cidades estavam trabalhando por um acordo entre patrões e empregados desde que o TRT julgou a greve ilegal, na sexta-feira, 4, e os trabalhadores decidiram continuar com a paralisação. “Respeitamos a negociação entre as partes até que a decisão da justiça criou um impasse”, contou Carlos Grana em coletiva no fim da tarde de segunda-feira, na Prefeitura de Santo André.

Pelo acordo acertado graças ao empenho das prefeituras da região, os trabalhadores mantiveram o aumento de 10% já determinado pela justiça, além de conseguir um abono de R$ 300,00 -- a ser pago no próximo dia 15 de junho --, o não desconto dos dias parados (R$ 290,00) e estabilidade de emprego por seis meses. “Desde o início da negociação dissemos que a garantia do emprego dos trabalhadores por um semestre era essencial. Para nós era muito importante dar essa segurança aos representantes dos empregados”, comentou Donisete Braga. O prefeito de Mauá garantiu que a Administração estará atenta ao cumprimento das cláusulas do acordo.

Donisete Braga declarou que a experiência serviu para chamar a atenção para a importância de um serviço tão essencial: “A relação é entre funcionários e empresas, mas a paralisação afetou toda a população e nós, como gestores, tivemos que intervir. Só em Mauá trabalham 350 pessoas neste setor. Depois desse processo, achamos que é importante estabelecer um contato permanente com os trabalhadores da limpeza pública, pois vimos que eles podem colaborar com vários temas, nos alertando sobre problemas no processo de coleta no dia-a-dia”.

O acordo negociado com as empresas e representantes dos empregados foi levado aos trabalhadores em assembleias localizadas realizadas durante a tarde. Com o aceite das partes os coletores já retornaram ao trabalho, e a previsão das empresas é trabalhar com a força máxima nos próximos dias, para garantir a normalização dos serviços o quanto antes.

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
08/04/2014 12:57


Outras Notícias

05/12/2019

Mauá pode ganhar Usina de Recuperação Energética e tem audiência marcada para o dia 12

04/12/2019

Inaugurações e shows gratuitos são parte da programação de aniversário de Mauá

Iniciativas atenderão milhares de pessoas de baixa renda no município

25/11/2019

Prefeitura de Mauá apoia corrida de rua no aniversário da cidade

Ação esportiva em prol da saúde é a terceira no município

05/12/2019

Prefeitura de Mauá reduz em 20% a tarifa de esgoto

Agora a conta passa a ter o mesmo valor da água

05/12/2019

Consulta Pública Sabesp

12/11/2019

Refis para Pessoas Jurídicas

24/10/2019

Prefeitura lança o Regulariza Mauá em novembro

09/10/2019

Com 53 novos ônibus, idade média de frota em Mauá cai para 1,6 ano

Governo também retoma as seis linhas expressas; veículos se somam a 100 coletivos entregues em 2017

08/10/2019

Mauá define os novos conselheiros tutelares

Município registrou mais de 23 mil votos, que elegeram 15 titulares, sendo que seis renovaram o mandato

03/10/2019

Saiba quem são os 15 finalistas do 5º Concurso de Gastronomia de Mauá

Evento promove a alimentação saudável, econômica e sustentável