Visite a Prefeitura no Instagram Visite o canal da Prefeitura no YouTube Visite a Prefeitura no Flickr Visite a Prefeitura no Facebook Siga a Prefeitura no Twitter

10/03/2014

IPT aponta 630 moradias em áreas de risco na região, 145 das quais em Mauá
Dados finais foram apresentados em assembleia no Consórcio Intermunicipal

Roberto Mourão/ PM

Prefeitos da região discutiram ações de auxílio a famílias em áreas de risco

Na manhã desta segunda-feira (10), o prefeito Donisete Braga e os demais chefes de Executivo da região participaram de assembleia mensal no Consórcio Intermunicipal. No encontro, o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) apresentou balanço final do número de famílias em áreas de risco nos sete municípios.

De acordo com a entidade contratada pelo Consórcio, existem 630 famílias ocupantes de moradias em situação de risco na região do Grande ABC. Deste universo, 544 já foram notificadas e 139 removidas. A expectativa é de que todas as famílias devam ser notificadas nas próximas semanas.

Com exceção de São Caetano, os demais municípios da região são afetados pelo problema que se agrava nesse período de chuvas de verão, quando o aumento do índice pluviométrico intensifica perigos de deslizamentos.

Em Mauá, são 145 famílias em áreas de risco. Todas já foram notificadas e 44 já foram removidas, de acordo com os dados oficiais reunidos e apresentados pelo IPT.

Em Santo André são 322 moradias em áreas contraindicadas por padrões de segurança e, destas, 257 foram notificadas. Houve 18 remoções.

Em São Bernardo, as 63 residências em áreas de risco foram notificadas e 61 famílias foram removidas.

Diadema registrou 37 residências, notificou todas e removeu 13. Ribeirão Pires notificou todas as 33 famílias ocupantes de casas em áreas de risco, das quais três foram removidas, enquanto Rio Grande da Serra registrou 30 casos que inspiram cuidados dos quais notificou nove, sem realizar remoções. 

De acordo com o secretário de Habitação da Prefeitura de Mauá, Marcos Panini, números atualizados da Prefeitura dão conta de que cerca de 70 famílias já foram removidas das 145 catalogadas pelo IPT.

Continuidade

O levantamento apresentado pelo IPT na sede do Consórcio Intermunicipal nesta manhã significa a continuidade dos trabalhos de monitoramento e remoção que a Prefeitura de Mauá realiza há mais tempo. Somente nos últimos três anos, cerca de 900 famílias foram removidas de áreas de risco em Mauá, ou 3,4 mil pessoas. Essas famílias recebem auxílio-aluguel custeado pelo município.

Auxílio aluguel

Na assembleia realizada nesta manhã, os prefeitos da região aprovaram encaminhamento formal ao Governo do Estado de São Paulo solicitando assinatura de convênio que prevê 50% do custeio do auxílio aluguel por parte do ente estadual. O compromisso foi articulado pelo Consórcio com o governador Geraldo Alckmin, visando à remoção preventiva, mas até o momento não houve a formalização por meio de convênio, requisito para o efetivo repasse dos recursos. Por isso, o custo do aluguel das famílias retiradas de áreas de risco tem sido bancado com recursos dos municípios, mas com perspectiva de reembolso do governo estadual.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
12/03/2014 13:19


Outras Notícias

17/10/2017

Campus de medicina em Mauá está com inscrições abertas para 2018

Curso terá 50 vagas e duas bolsas integrais para moradores da cidade

16/10/2017

Poupatempo Animal atende Jardim Esperança nesta semana

Van faz tratamentos de baixa-complexidade e local permite acesso também de moradores do Jardim Itapeva, Itapark e proximidades

16/10/2017

Mauá tem variedade de eventos na Semana Mundial da Alimentação

Palestras, oficinas e feiras promovem alimentação saudável e sustentável

16/10/2017

Poupatempo Animal atende Jardim Primavera nesta semana

Van faz tratamentos de baixa-complexidade e local permite acesso também de moradores do Jardim Anchieta, São Jorge do Guapituba e proximidades

09/10/2017

Mauá promove qualificação para famílias de baixa renda

Prefeitura promove treinamentos para que beneficiários de projetos sociais possam incrementar renda familiar

16/10/2017

Mauá abre 580 vagas para curso à distância

Cursos têm duração de cinco meses e garantem certificado dado pelo Ministério da Educação

06/10/2017

Mauá tem 34 vagas de emprego

Maioria dos postos é para profissionais com Ensino Fundamental e para trabalhar na cidade

16/10/2017

Mauá garante catraca livre para idosos, deficientes e doentes crônicos

Acompanhantes também ganham o benefício de poder usar o ônibus municipal quantas vezes precisarem no mesmo dia

16/10/2017

Mauá abre inscrições para Educação Infantil

Pais devem procurar unidade mais perto de casa; cadastro pode ser feito até o dia 31 de outubro

04/10/2017

Quartas Culturais traz homenagem ao Dia das Crianças

Shows na praça 22 de Novembro levam ao palco músicas e ritmos para agradar todos os gostos