23/10/2013

Audiência pública detalha o orçamento da Prefeitura de Mauá para o ano que vem
Foi realizada na manhã desta quarta-feira (23/10), na Câmara Municipal de Mauá a audiência pública para detalhamento da proposta orçamentária do município para o ano de 2.014.

Evandro Oliveira/ PM

Na audiência é possível que vereadores, entidades e cidadãos apresentem questionamentos

O evento atende a Lei de Responsabilidade Fiscal, contou com a presença do secretário de finanças, José Roberto da Silva e visa a transparência da gestão fiscal. Na audiência é possível que vereadores, entidades e cidadãos apresentem questionamentos referente a proposta orçamentária.

A proposta para 2.014 segue as diretrizes do Plano Plurianual e da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO. Também considerando o atual exercício financeiro e as previsões futuras para receita e despesa.

O montante da proposta orçamentária é de R$ 1.034.523.020,00 incluindo a Administração Direta e Autarquias (Sama, Arsae e Hurbam). Este valor é 26,25% superior ao total aprovado para a Lei Orçamentária deste ano.

Grande parte do incremento previsto será por conta das Transferências de Capital estimadas em R$ 250.725 milhões, que serão recursos transferidos pelo Governo Federal a fundo perdido para aplicação em investimentos na cidade. Já na conta Despesa a previsão chega a R$ 273.308 milhões, portanto o município complementará com recursos próprios a diferença existente.

José Roberto afirmou que a equipe da Prefeitura foi conservadora na previsão de crescimento das receitas, “principalmente nos tributos municipais, aplicando basicamente o reajuste correspondente ao índice inflacionário do ano”.

A reformulação nas dívidas municipais, principalmente a negociação com a Caixa Econômica Federal, possibilitou prever uma redução de R$ 6 milhões na rubrica Juros e Encargos das Dívidas.

Questionado sobre a intenção de melhoria salarial para os servidores municipais, o secretário destacou que “tal iniciativa deve acontecer através de legislação específica, não sendo objeto da Lei Orçamentária. Entretanto, o percentual de gasto com pessoal e encargos sociais é inferior ao limite permitido, o que possibilita uma readequação”.

Restos a Pagar – Comentando sobre uma questão que aflige a grande maioria dos municípios brasileiros, José Roberto revelou que pretende utilizar dispositivo da legislação, que permite o cancelamento dos restos à pagar e a sua inscrição no exercício seguinte. Isto fará com que seja ampliado o controle de despesas que já vem sendo praticado em Mauá. O secretário de finanças acredita que com esta medida “em dois anos estas pendências estarão equacionadas”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
23/10/2013 16:30


Outras Notícias

15/08/2018

Canteiro central da avenida Jacu-Pêssego recebe serviços de zeladoria

A previsão é de que o trabalho seja concluído até o dia 24 de agosto

15/08/2018

Mauá terá coleta solidária de alimentos em supermercados

Produtos não perecíveis serão arrecadados para o Banco de Alimentos

14/08/2018

Alunos do curso de Pedagogia assistem a primeira aula no Polo Mauá da Univesp

Auditório da E.M. Cora Coralina lotou de estudantes nessa segunda-feira, 13/8

14/08/2018

Mauá comemora Dia Mundial de Combate à Poluição

A ação foi realizada na manhã desta terça-feira

13/08/2018

Serviços de zeladoria chegam à avenida Jacu-Pêssego

13/08/2018

Feira de Adoção de Animais bate recorde em Mauá

Marca histórica se deu pelo aumento de divulgação e pela parceria entre as secretarias

13/08/2018

Mauá recebe 1º Festival de Churros nesse fim de semana

Evento acontecerá na Avenida Portugal e tem o apoio da Prefeitura da cidade

13/08/2018

Prefeitura de Mauá inicia reposição de material furtado na passarela central

A previsão é de que o trabalho seja concluído até o dia 23 de agosto

10/08/2018

Aula inaugural do Polo Univesp de Mauá será na segunda-feira, 13/8

10/08/2018

Dia Mundial de Combate à Poluição terá palestra em Mauá

Evento abordará o tema “Impactos ambientais causados por ações antrópicas”