30/08/2013

Política de saneamento em Mauá já colabora para limpeza do rio Tietê
Seminário apresenta avanços e desafios atuais e para os próximos anos na cidade

Roberto Mourão/ PM

Seminário tratou dos desafios dos Planos Municipais de Esgotamento Sanitário

Uma das melhores notícias resultantes da realização do Seminário de Saneamento, realizado de 27 a 29 no Centro de Formação de Professores de Mauá, foi o fato de que a cidade já tem contribuído significativamente para a despoluição do rio Tamanduateí e, por conseguinte, do rio Tietê, do qual é afluente.

A última parte do evento ocorreu nesta quinta-feira (29/8), abordando avanços e desafios dos Planos Municipais de Esgotamento Sanitário e o de Drenagem.

Segundo o secretário de Planejamento Urbano, Afonso Pereira um dos organizadores da atividade, “com as contribuições obtidas por meio do Seminário, o próximo passo é agregá-las ao Plano Municipal de Saneamento para, posteriormente, encaminhá-lo para apreciação na Câmara Municipal”. Este documento irá nortear as políticas de saneamento na cidade no período de 2013 a 2043.

Segundo o superintendente da Foz do Brasil, Tadeu Pinto, concessionária que opera o sistema de esgotamento sanitário na cidade, por meio da implantação de rede coletora e construção da Estação de Tratamento de Esgotos, no bairro Capuava a sinergia com os moradores tem ajudado muito no trabalho de fazer as ligações residenciais nos coletores, para retirar despejos irregulares de resíduos dos córregos e rios da cidade. “Hoje, 90% dos imóveis que contam com ligação de água têm também ligação de esgoto. São aproximadamente 556 quilômetros de redes coletoras e 30 quilômetros de coletores tronco”, disse o superintendente. Tadeu explicou também que algumas nascentes, como a do rio Tamanduateí já estão totalmente despoluídas.

Esta informação foi saudada pelos demais participantes do evento, como o coordenador de Assuntos Especiais do Governo do Estado e do Plano de Despoluição de Rios, Rodolfo Costa e Silva. “Um jeito de você melhorar o lugar onde vive é mudar a lógica e fazer espaços que valorizem a cidade. É preciso aproveitar os potenciais e promover a valorização urbana, explorando as condições favoráveis do rio para lazer e turismo, por exemplo, que por si próprias pagam os investimentos necessários”, explicou Rodolfo.

O professor doutor da Universidade Mackenzie, Antonio Eduardo Giansante explicou que é fundamental pensar a Drenagem em um sentido maior, atrelada à questão urbana e qualidade de vida. O Plano Municipal de Drenagem, para o qual o professor colaborou, possibilitará a valorização dos rios e recuperação de várzeas e áreas verdes, permitindo, inclusive, melhoria na qualidade da água em longo prazo. Outra sugestão é a criação de parques lineares às margens de rios e córregos, para lazer e como meio de drenagem da água da chuva. “Drenar significa proteger a população”, disse, explicando que isto evita enchentes, alagamentos, poluição e destruição do meio ambiente, tanto em Mauá quanto nos demais municípios.

A secretária de Meio Ambiente, Tânia Regina Vieira explicou que a cidade “tem o diagnóstico do grau de ocupação de cada um dos córregos em Áreas de Proteção Permanente (APPs), o que permitirá elaborar ações para revitalização destes espaços, inclusive, para melhorar as áreas de drenagem.” Outra gestora da Prefeitura, a secretária de Saúde, Lumena Furtado participou do debate afirmando que a “política de saneamento básico tem impacto determinante na qualidade de vida e nos indicadores de Mortalidade Infantil. Transformar o jeito de viver na cidade, com arborização, parques e outros, interfere inclusive na saúde mental das pessoas”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
30/08/2013 18:02


Outras Notícias

13/07/2018

Reunião entre prefeita Alaíde Damo e Estado pauta apoio à Saúde

Hospital Nardini foi o foco da conversa; Secretaria estadual da Saúde se mostrou solícita

13/07/2018

CPTR de Mauá oferece 33 vagas de emprego

Maioria das oportunidades é destinada para quem possui Ensino Fundamental Completo

12/07/2018

Biblioteca Cecília Meireles de Mauá aumenta o número de visitantes em 36%

Espaço adaptado, cursos gratuitos, exposições, troca de livros, mini-auditório e outras facilidades atraem público eclético

11/07/2018

Prefeitura lança o ‘Tour Mauá’ no mês das férias

Passeio gratuito pelos pontos turísticos contará história da cidade

10/07/2018

Prefeitura de Mauá conquista recurso do ProAC para investir na Cultura local

Alaíde Damo é a única prefeita do ABCDMRR a assinar convênio que beneficiará artistas

10/07/2018

Prefeita Alaíde Damo vai a Brasília em busca de investimentos na Saúde

Viagem rendeu recursos para compra de medicamentos e equipamentos para a rede municipal

10/07/2018

Prefeita Alaíde Damo amplia vagas gratuitas da Univesp

Polo em Mauá terá mais de 1.600 alunos cursando ensino superior

10/07/2018

Prefeita Alaíde Damo assina convênios com o governo do Estado

Cidade recebe R$ 4 milhões para recuperação de ruas, além de valorização de artistas mauaenses

26/06/2018

Prefeitura de Mauá amplia ossário do Cemitério Santa Lídia

Obra entregou em duas etapas 1.400 novos nichos

25/06/2018

Mostra Coleta ABC une artistas da região

Exposição itinerante terá início em Mauá, nesta terça-feira, 26/6