30/07/2013

Mauá cresce no Índice de Desenvolvimento Humano e mortalidade infantil cai 36%
A cidade de Mauá registrou crescimento no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, assim como nas duas edições anteriores do estudo.

Roberto Mourão/ PM

Mauá ocupa a quinta posição entre as cidades da região

O IDHM da cidade em 2010 é de 0,766. Em 1991 e 2000, os índices eram 0,523 e 0,664, respectivamente. Mauá ocupa a quinta posição entre as cidades da região, a 274ª posição em relação aos 5.565 municípios do Brasil e a 131ª posição das cidades do Estado.

A mortalidade infantil foi reduzida em 36%, passando de 20,5 por mil nascidos vivos em 2000 para 13,1 por mil nascidos vivos em 2010. Em 2010, as taxas de mortalidade infantil do estado e do país eram 13,9 e 16,7 por mil nascidos vivos, respectivamente.

Os dados são do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, divulgado nesta segunda-feira (29/7) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) e Fundação João Pinheiro, considerando dados do Censo Demográfico de 2010, do IBGE.

O Atlas é uma plataforma de consulta do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal – IDHM - dos 5.565 municípios brasileiros. São considerados mais de 180 indicadores de população, educação, habitação, saúde, trabalho, renda e vulnerabilidade, com dados extraídos dos Censos de 1991, 2000 e 2010.

Entre 2000 e 2010, a população de Mauá teve uma taxa média de crescimento anual de 1,39%. Na década anterior, de 1991 a 2000, a taxa média de crescimento anual foi de 2,34%. No Estado, estas taxas foram de 1,01% entre 2000 e 2010 e 1,02% entre 1991 e 2000. No país, foram de 1,01% entre 2000 e 2010 e 1,02% entre 1991 e 2000.

No período de 2000 a 2010 a proporção de crianças de 5 a 6 anos na escola cresceu 30,95%%. A proporção de crianças de 11 a 13 anos frequentando os anos finais do ensino fundamental cresceu 8,55% entre 2000 e 2010.

A proporção de jovens entre 15 e 17 anos com ensino fundamental completo cresceu 30,65% no período de 2000 a. E a proporção de jovens entre 18 e 20 anos com ensino médio completo cresceu 52,45% entre 2000 e 2010.

A renda per capita média de Mauá cresceu 31,43% em vinte anos, passando de R$539,64 em 1991 para R$557,39 em 2000 e R$709,25 em 2010.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
30/07/2013 11:19


Outras Notícias

14/11/2018

Museu Barão de Mauá terá atração internacional em lançamento de novos projetos

A partir de 30 de novembro, música, literatura e exposições serão o foco da Casa Bandeirista

14/11/2018

Mauá apresenta atrações culturais no feriadão de seis dias

Entretenimentos ocorrem durante os feriados da Proclamação da República e Dia da Consciência Negra

12/11/2018

Parque da Juventude de Mauá é revitalizado e possui novas instalações

Reabertura foi realizada neste domingo (11/11), com a presença de milhares de munícipes

09/11/2018

CPTR de Mauá oferece 50 vagas de emprego

Maior parte das vagas está disponível para quem completou o Ensino Fundamental, com oportunidades no ABC e Capital

08/11/2018

Prefeitura retoma o Expresso Mauá e lança sexta linha

Novo itinerário liga região central aos bairros Jardim Sônia e Sílvia Maria com viagem de até 25 minutos

08/11/2018

Prefeitura de Mauá inaugura leitos, novos espaços e revitalizações no Hospital Nardini

As ações fazem parte de uma série de inaugurações em comemoração ao aniversário de Mauá

08/11/2018

Mauá inicia ensino integral na Escola Alice Túlio Jacomussi

Unidade escolar passa a integrar 126 crianças das 7h às 17h, número que subirá para 228 no próximo ano letivo

07/11/2018

Mauá lança mais de 20 ações e inaugurações em comemoração ao aniversário da cidade

As iniciativas atenderão os segmentos de Transporte, Saúde, Educação, Cultura, entre outros

05/11/2018

Sebrae realiza palestras para fomentar empreendedorismo em Mauá

Palestras e oficinas serão oferecidas gratuitamente aos munícipes entre novembro e dezembro na Secretaria de Trabalho e Renda

01/11/2018

Mauá terá programação especial nos cemitérios ao Dia de Finados

Os espaços serão abertos das 6h às 18h, com realização de missas, e devem receber 5 mil pessoas,