Visite a Prefeitura no Instagram Visite o canal da Prefeitura no YouTube Visite a Prefeitura no Flickr Visite a Prefeitura no Facebook Siga a Prefeitura no Twitter

30/07/2013

Mauá cresce no Índice de Desenvolvimento Humano e mortalidade infantil cai 36%
A cidade de Mauá registrou crescimento no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, assim como nas duas edições anteriores do estudo.

Roberto Mourão/ PM

Mauá ocupa a quinta posição entre as cidades da região

O IDHM da cidade em 2010 é de 0,766. Em 1991 e 2000, os índices eram 0,523 e 0,664, respectivamente. Mauá ocupa a quinta posição entre as cidades da região, a 274ª posição em relação aos 5.565 municípios do Brasil e a 131ª posição das cidades do Estado.

A mortalidade infantil foi reduzida em 36%, passando de 20,5 por mil nascidos vivos em 2000 para 13,1 por mil nascidos vivos em 2010. Em 2010, as taxas de mortalidade infantil do estado e do país eram 13,9 e 16,7 por mil nascidos vivos, respectivamente.

Os dados são do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, divulgado nesta segunda-feira (29/7) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) e Fundação João Pinheiro, considerando dados do Censo Demográfico de 2010, do IBGE.

O Atlas é uma plataforma de consulta do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal – IDHM - dos 5.565 municípios brasileiros. São considerados mais de 180 indicadores de população, educação, habitação, saúde, trabalho, renda e vulnerabilidade, com dados extraídos dos Censos de 1991, 2000 e 2010.

Entre 2000 e 2010, a população de Mauá teve uma taxa média de crescimento anual de 1,39%. Na década anterior, de 1991 a 2000, a taxa média de crescimento anual foi de 2,34%. No Estado, estas taxas foram de 1,01% entre 2000 e 2010 e 1,02% entre 1991 e 2000. No país, foram de 1,01% entre 2000 e 2010 e 1,02% entre 1991 e 2000.

No período de 2000 a 2010 a proporção de crianças de 5 a 6 anos na escola cresceu 30,95%%. A proporção de crianças de 11 a 13 anos frequentando os anos finais do ensino fundamental cresceu 8,55% entre 2000 e 2010.

A proporção de jovens entre 15 e 17 anos com ensino fundamental completo cresceu 30,65% no período de 2000 a. E a proporção de jovens entre 18 e 20 anos com ensino médio completo cresceu 52,45% entre 2000 e 2010.

A renda per capita média de Mauá cresceu 31,43% em vinte anos, passando de R$539,64 em 1991 para R$557,39 em 2000 e R$709,25 em 2010.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
30/07/2013 11:19


Outras Notícias

26/06/2017

Mauá vacina 90 mil contra a gripe

Campanha foi prorrogada até o dia 7 de Julho; Prefeitura quer vacinar 100 mil moradores da cidade

26/06/2017

Mauá recebe inscrições para cursos em parceria com o Estado

Via Rápida Emprego dará qualificação profissional em turmas de Refrigeração e climatização que acontecem na cidade

26/06/2017

Mauá tem 15 vagas nesta semana

Maioria dos postos exige ensino médio completo e é para cargos em Mauá

23/06/2017

CPTR Móvel volta a atender nesta semana

Emissão de Carteira de Trabalho e intermediação de mão de obra serão oferecidos pela equipe da van

23/06/2017

Prefeitura entrega chaves de apartamentos para 520 famílias

Administraçãoa acelerou aprovação de alvarás e vistorias do Condomínio Altos de Mauá para garantir direito à casa própria a munícipes

22/06/2017

Mauá renova Fique em Dia por mais um mês

Programa que dá descontos de até 100% em juros e multas em dívidas com a Prefeitura vai até o dia 21 de julho

22/06/2017

Restaurantes Populares ganham cardápio junino

Mês festivo inspira menu dos estabelecimentos, que fornecem alimentação saudável para milhares de moradores de Mauá

23/06/2017

CPTR terá serviços suspensos de 19 a 23 de junho

refeitura vai garantir treinamento para melhorar e agilizar o atendimento aos munícipes

14/06/2017

Mauá tem 154 vagas nesta semana

Maioria dos postos exige ensino médio completo e é para cargos em Mauá

13/06/2017

Mauá vacina 87 mil contra a gripe

Campanha foi prorrogada até o dia 23 de Junho; Prefeitura quer vacinar 100 mil moradores da cidade