20/02/2013

Consórcio articula prioridades regionais da Saúde com governos Estadual e Federal
Propostas incluem aumento do aporte financeiro para consultas de especialidades e um hospital de retaguarda para longa permanência.

Roberto Mourão/ PM

O prefeito Donisete Braga durante reunião do Consórcio

Prefeitos das sete cidades do ABC definiram na terça-feira (19-02), durante reunião extraordinária no Consórcio Intermunicipal Grande ABC, a agenda prioritária da Saúde que será articulada pela entidade junto aos governos estadual e federal.

Essas discussões mostram que as ações da Prefeitura de Mauá estão em sinergia com as necessidades regionais, uma vez que a cidade pleiteia o reconhecimento pelo Governo Estadual, que o Hospital Nardini já se tornou referência para o ABC. “Em nossa reunião no último dia 8, o Secretário Estadual da Saúde, Giovanni Guido Cerri se mostrou sensibilizado com esse momento importante de Mauá e assumiu o compromisso de elaborar o estudo para poder ajudar no custeio do Nardini, pois entendeu que o hospital Nardini realmente já se tornou uma referência regional", explicou o prefeito Donisete Braga.

“Como prefeitos somos questionados em cada cidade sobre a ausência de médicos e, na verdade, nem sempre se trata da falta do profissional na UPA ou UBS. Muitas vezes o paciente já foi encaminhado para uma especialidade e não foi atendido”, disse o presidente do Consórcio e prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho. “A partir de hoje vamos pedir agenda com o Estado para discutir essas questões”, anunciou.

Segundo Arthur Chioro, integrante do GT Saúde do Consórcio e secretário municipal da pasta em São Bernardo, estudos iniciais identificaram que um aporte de aproximadamente R$ 14 milhões/ano para as consultas de especialidades e exames nos hospitais Mário Covas e Serraria e nos AMEs Santo André e Mauá, sob gestão do Estado, resolveriam as demandas da região.

Outro ponto importante que será alvo de articulação com o governo estadual envolve a implantação de um hospital regional de retaguarda, com leitos de longa permanência destinados a pacientes crônicos. Com isso aumentaria o giro dos demais hospitais do ABC. Também será cobrado o serviço de politrauma e neurotrauma no Hospital Mário Covas, com recursos federais já previstos no Projeto de Formação e Melhoria da Qualidade de Rede de Atenção à Saúde (QualiSUS) mas sem andamento no Estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
20/02/2013 18:28


Outras Notícias

13/09/2019

Guarda Civil Municipal de Mauá ganha viaturas e armamentos novos

Três carros e 30 armas foram entregues nesta manhã (13/9) à corporação

13/09/2019

CPTR de Mauá tem 57 vagas abertas em toda a região

Algumas das oportunidades são para pessoas com deficiência

10/09/2019

Centro Público de Economia Solidária volta a funcionar em Mauá

Prefeitura revitaliza o espaço que reabre nesta sexta-feira (13) no Jardim Sonia Maria

06/09/2019

Central de Cadastro Único mauaense muda de endereço

O atendimento será suspenso temporariamente durante a mudança, mas os moradores podem buscar mais informações de serviços nos CRAS de suas regiões

06/09/2019

CPTR Mauá tem 106 vagas abertas em toda a região

Há vagas que não pedem experiência

06/09/2019

Prefeitura abre Consulta Pública para revisão do Plano Municipal de Saneamento

Material ficará disponível pelos próximos 18 dias

02/09/2019

Prefeitura de Mauá realiza ações na unidade escolar durante Setembro Amarelo

Escola tem papel importante na prevenção ao suicídio

03/09/2019

Mauá abre inscrições para 5º Concurso de Gastronomia

Entidades sociais, beneficiários de programas sociais e merendeiras da rede Municipal de Ensino podem participar da competição

02/09/2019

Pré-conferências Municipais de Assistência Social acontecem em Mauá

Usuários e Trabalhadores discutem pontos do SUAS

30/08/2019

Mauá promove ciclo de reflexões com temas atuais

Primeiro evento acontece nesta sexta-feira (30), às 19h, no Teatro Municipal