20/02/2013

Consórcio articula prioridades regionais da Saúde com governos Estadual e Federal
Propostas incluem aumento do aporte financeiro para consultas de especialidades e um hospital de retaguarda para longa permanência.

Roberto Mourão/ PM

O prefeito Donisete Braga durante reunião do Consórcio

Prefeitos das sete cidades do ABC definiram na terça-feira (19-02), durante reunião extraordinária no Consórcio Intermunicipal Grande ABC, a agenda prioritária da Saúde que será articulada pela entidade junto aos governos estadual e federal.

Essas discussões mostram que as ações da Prefeitura de Mauá estão em sinergia com as necessidades regionais, uma vez que a cidade pleiteia o reconhecimento pelo Governo Estadual, que o Hospital Nardini já se tornou referência para o ABC. “Em nossa reunião no último dia 8, o Secretário Estadual da Saúde, Giovanni Guido Cerri se mostrou sensibilizado com esse momento importante de Mauá e assumiu o compromisso de elaborar o estudo para poder ajudar no custeio do Nardini, pois entendeu que o hospital Nardini realmente já se tornou uma referência regional", explicou o prefeito Donisete Braga.

“Como prefeitos somos questionados em cada cidade sobre a ausência de médicos e, na verdade, nem sempre se trata da falta do profissional na UPA ou UBS. Muitas vezes o paciente já foi encaminhado para uma especialidade e não foi atendido”, disse o presidente do Consórcio e prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho. “A partir de hoje vamos pedir agenda com o Estado para discutir essas questões”, anunciou.

Segundo Arthur Chioro, integrante do GT Saúde do Consórcio e secretário municipal da pasta em São Bernardo, estudos iniciais identificaram que um aporte de aproximadamente R$ 14 milhões/ano para as consultas de especialidades e exames nos hospitais Mário Covas e Serraria e nos AMEs Santo André e Mauá, sob gestão do Estado, resolveriam as demandas da região.

Outro ponto importante que será alvo de articulação com o governo estadual envolve a implantação de um hospital regional de retaguarda, com leitos de longa permanência destinados a pacientes crônicos. Com isso aumentaria o giro dos demais hospitais do ABC. Também será cobrado o serviço de politrauma e neurotrauma no Hospital Mário Covas, com recursos federais já previstos no Projeto de Formação e Melhoria da Qualidade de Rede de Atenção à Saúde (QualiSUS) mas sem andamento no Estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mauá
Secretaria de Comunicação Social
20/02/2013 18:28


Outras Notícias

27/04/2017

Mauá traz entretenimento para família no Dia do Trabalho

Prefeitura prepara evento com qualificação, feira de artesanato e gastronômica e muita música

24/04/2017

CPTR Móvel leva serviço de carteira de trabalho aos bairros

Miranda, Feital, Itaussu e Bandeirantes recebem van nos próximos dias; não é preciso agendar

25/04/2017

Inscrições abertas para a Pré-Conferência Municipal de Educação

Evento será realizado de 3 a 5 de maio, em dois endereços

20/04/2017

Programa de incentivo a leitura é sucesso em Mauá

50 livros são retirados diariamente; programa será expandido para outros terminais da cidade

20/04/2017

Mauá tem 34 vagas nesta semana

Maioria dos postos exige Ensino Fundamental e é para cargos em Mauá

19/04/2017

Mauá debate o Plano de Mobilidade Urbana

Projeto orienta as políticas públicas que devem ser implementadas no setor pelos próximos anos

17/04/2017

Mauá oferece 21 vagas nesta semana

Maioria dos postos exige ensino médio e é para cargos na cidade

17/04/2017

Mauá abre pré-matrícula para curso de Imagem Pessoal

quem se cadastrou no site do via rápida e recebeu telegrama poderá fazer aulas de cabeleireiro, manicure, pedicure e maquiagem

17/04/2017

Mauá começa vacinação contra Influenza

Prefeitura deve vacinar 104 mil pessoas neste ano

18/04/2017

Mauá realiza audiência pública para debater o Plano de Mobilidade Urbana

Evento será quarta-feira (19/4), no Centro de Formação de Professores