Visite a Prefeitura no Instagram Visite o canal da Prefeitura no YouTube Visite a Prefeitura no Flickr Visite a Prefeitura no Facebook Siga a Prefeitura no Twitter

1. Tenho um filho de 1 ano, mudei para a cidade de Mauá e necessito de vaga em escola de Educação Infantil. O que devo fazer?

A mãe deverá procurar uma escola municipal mais próxima de sua residência que atende creche e realizar a inscrição de seu filho em qualquer período do ano. Entretanto, caso não consiga a vaga deverá reafirmar a inscrição no mês de outubro, quando todas as Unidades Escolares da rede municipal de ensino estão com suas inscrições abertas. A matrícula será efetuada obedecendo os seguintes critérios:
. crianças em situação de risco, vulnerabilidade e abandono;
. menor renda per capita;
. mães que trabalham fora;
. ser morador do município de Mauá.


2. Mudei para a Vila Assis recentemente e procuro uma vaga na educação infantil para meu filho de 4 anos, como devo proceder?

Neste bairro contamos com as seguintes escolas que atendem a faixa etária de 4 anos (grupo 4) da pré-escola:

EM PROFª TANIA GERALDO DE C. SILVA 4513-6542 R. Francisco Jardim, 96 - Vila Assis Brasil
EM PROFª MARIA WANNY S. CRUZ 4555-9560 R. Clodoaldo Portugal Caribê,411 ? V. Assis
EM PROFº JOSÉ TOMAZ NETO 4513-7814 Av. Dom José Gaspar,1049 ? Jd. Pilar


Você deve procurar a escola mais próxima de sua residência e efetuar a inscrição, a qualquer tempo. Se houver vaga, a matrícula será efetuada de imediato, caso contrário, ficará em lista de espera que será atendida obedecendo a ordem cronológica de nascimento da criança.


3. Porque ocorrem atrasos na entrega dos uniformes escolares, que deveria ser feita no início do ano letivo?

A Secretaria de Educação com o objetivo de distribuir os uniformes no início de cada ano letivo, tem iniciado o processo licitatório ainda no segundo semestre do ano anterior. Entretanto, os trâmites burocráticos que fazem parte deste processo, muitas vezes, dificultam o cumprimento dos prazos previstos para a aquisição dos uniformes escolares, como por exemplo, empresas concorrentes que entram com recursos na justiça, fazendo com que haja morosidade no andamento. Neste ano (2014), a empresa vencedora justificou que ocorreram problemas operacionais e administrativos, alheios a sua vontade, o que implicou na entrega.